Postado por Karen

Toda conversa que tenho com pessoas que estão me conhecendo se inicia assim:

– Que lindo seu filho, só tem ele?

– Não, tenho mais dois meninos…

– Nossa, sério? Que coragem!

– Pois é… (nesse momento sempre dou uma risadinha

– E como você dá conta de tudo?

E nessa hora não sei exatamente o que responder…

Porque vai muito do dia, tem dia que flui que é uma beleza, as crianças vão limpinhas e arrumadas pra escola e na hora certa, lancheiras com lanche super saudáveis, mochilas com roupas reservas, marido feliz com o almoço que parece de restaurante, e eu consigo tirar o coque do cabelo e vestir uma roupa que não pareça que sou uma louca.

Mas tem dia que o bicho pega, me perco na lição de casa e acabo mandando ela pela metade, coloco o uniforme meio amassadinho (escrevi meio mas o que queria escrever é que ele parece ter saído de dentro de uma garrafa), coloco um salgadinho e um suco de caixinha dentro da lancheira, peço pro marido passar no restaurante e trazer uma marmitex porque o feijão queimou ou esqueci de comprar arroz, e eu? Nesse dia talvez eu entre no banheiro pra poder descansar um pouco…

Qual dos dias devo contar para a pessoa? O que será que ela define o “dar conta e tudo”?

Pensando com calma, não, eu não dou conta de tudo, mesmo nos dias que flui maravilhosamente bem eu ainda deixo algo por fazer e eu não preciso dar conta de tudo, não sou uma mãe de propaganda de margarina, sou uma mãe real, que precisa de ajuda com as crianças, que chego atrasada na apresentação da escola porque estava trabalhando e a reunião se prolongou mais do que eu havia programado, que faço uma escova no cabelo em casa mesmo e me acho linda mesmo assim ou tem dias que preciso ir no salão para me achar linda, porque a TPM está mexendo com meus hormônios, que nos dias difíceis faço planos de fugir para uma ilha deserta mas nos planos eu incluo os filhos (que na maioria das vezes era a razão de eu querer fugir)…

Nesse momento entendo que o melhor de tudo não é ser a mãe, mulher ou esposa perfeita e sim a melhor que posso ser naquele momento, entendo que não preciso  “dar conta de tudo” para estar fazendo a coisa certa…

Então tenho a resposta :

– Ahhh não dou conta de tudo não, você vê eu assim hoje sem olheira, mas tem muito corretivo aqui, porque atrás de toda criança feliz tem uma mãe com muita olheira, rs…



 

 

3 thoughts on “E como você dá conta… ?

  1. Que texto lindo!! Fiz um resumo da minha vida ,com um texto que achei no face ( mãe de quatro). Tenho quatro filhos, um menino e três meninas. É também não dou conta mais tenho que me virar como posso. Enfim, sou feliz mesmo assim. É Parabéns!!!

Deixe seu comentário